Lipoaspiração / Lipoescultura

Porto • Clínica • Consultas e Cirurgias

MoradaRua da Venezuela, 139
4150-744 Porto, Portugal

GPS41.1571893, -8.6433279

Telefones(+351) 225 432 321
(+351) 226 009 494

Fax(+351) 225 432 371

Emailgeral@clinicalusoespanhola.com

Horário2ª a 6ª Feira, das 09h às 21h

Lisboa • Consultas

MoradaCampo Grande, 220 D 1º C
1700 - 094 Lisboa, Portugal
(Clínica Dr. Tallon)

GPS38.753766, -9.1502962

Telefone(+351) 225 432 321

Emailgeral@clinicalusoespanhola.com

Contacte-nos

LIPOASPIRAÇÃO / LIPOESCULTURA

A gordura localizada pode hipertrofiar e deformar o contorno corporal até ficar inestético. A lipoescultura é um tratamento cirúrgico para a melhoria da gordura localizada e do contorno corporal.

 

Atualmente usamos os termos lipoescultura e lipoaspiração. Ambas podem ser usadas para referir a mesma coisa.

 

A lipoescultura desenvolveu-se como uma lipoaspiração mais avançada, neste caso a lipoescultura entende-se como uma lipoaspiração feita com cânula mais fina, da superfície para a profundidade, de forma a ir esculpindo progressivamente o corpo, do mesmo modo em que trabalha um escultor.

A lipoescultura deve ser feita infiltrando anestesia tumescente. Esta anestesia local faz com que o paciente não sangre nada ou quase nada e permite um trabalho mais preciso e um pós-operatório menos doloroso.

 

Praticamente todo o corpo pode ser operado, as zonas mais frequentes são o abdómen, nádegas, coxas, costas e braços podendo-se também retirar o duplo queixo e reduzir os tornozelos.

 

Em muitos casos, o chamado Lipofilling ou transplante de gordura, consiste em utilizar a gordura para injectar em outras zonas do corpo que pretendamos aumentar ou remodelar, como por exemplo as nádegas ou seios.

 

 

PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

São feitos uns pequenos orifícios na pele de 3-4 mm por onde é introduzido um líquido anestésico que evita o sangramento e a dor, facilitando o descolamento da gordura. A seguir a gordura é desfeita com uma cânula e aspirada pela mesma.

 

Na maior parte das ocasiões, o sangramento é nulo. Depois de retirada a gordura e os orifícios devidamente suturados, a paciente descansa durante 2-4 horas e pode ir para casa.

 

ANESTESIA E DURAÇÃO DA CIRURGIA

Pode ser local, epidural ou geral. Na nossa Clínica preferimos usar a anestesia local com uma sedação profunda para o paciente estar calmo ou a dormir e não sentir o stress da cirurgia. Habitualmente, retiramos entre 2 e 4 litros de gordura por zona, mas podem retirar-se quantidades muito grandes de gordura ( embora não se deva aspirar quantidades acima de 6 litros, para evitar complicações graves).

 

A duração da cirurgia varia entre 60 a 90 minutos, dependendo da quantidade de gordura aspirada.

RESULTADO

Com esta cirurgia, a maior parte dos pacientes perde a gordura armazenada em algumas zonas do corpo bem como algum peso. Contudo, não pode considerar-se que esta seja uma cirurgia para emagrecer e sim para tratar da gordura localizada e remodelar o contorno corporal.

 

 

CUIDADOS NO PERÍODO PÓS OPERATÓRIO

Após o ato operatório, a paciente fará uso de uma cinta elástica, que deverá ser usada por aproximadamente 15 a 30 dias. No início, a cinta será removida apenas para higiene pessoal. Após 15 dias, poderá ser retirada à noite, para dormir.

 

Se o seu trabalho não exigir muito esforço físico, pode recuperar a atividade habitual em poucos dias, claro que tudo depende da evolução do/a próprio/a paciente.

 

Passadas 48 horas da intervenção, poderá tirar os pensos, tomar banho, secar cuidadosamente a zona das incisões, colocar um pouco de betadine com uma compressa e colocar um penso rápido sobre o ponto. Uma semana após a cirurgia são removidos os pontos.

 

Ao fim da primeira semana pode ainda estar um pouco inchada ou com edemas. Os resultados começam a ser visíveis após a 3ª semana.

 

 

QUAIS OS PROBLEMAS MAIS FREQUENTES QUE PODEM APARECER NUMA LIPOESCULTURA?

A lipoescultura é uma operação de risco reduzido. Para isso convém lembrar algumas normas:

  • Deve-se evitar aspirar quantidades de gordura excessivas (mais de 6 litros);
  • Deve infiltrar-se a gordura com líquido de Klein para evitar o sangramento e a dor no período pós-operatório;
  • A paciente deve poder mobilizar-se ao fim de poucas horas.

 

Algumas complicações que podem acontecer são: seromas, hematomas, irregularidades cutâneas, assimetrias.

 

A taxa de trombose ou embolia nos utentes da Clínica Luso Espanhola é nula.

 

Na nossa experiência, as taxas de complicações são mais baixas do que na maioria das cirurgias. Sabemos que as taxas de infeção são extremamente baixas (na nossa casuística, inferior a 1 por mil).

 

Qualquer que seja o tipo da complicação, é importante ter calma e compreensão, confiando ao Médico a responsabilidade da solução do problema.

 

O surgimento de algum dos problemas acima mencionados faz parte do chamado “risco calculado”, que se aplica a todo tipo de cirurgia. A sua ocorrência, felizmente, não é frequente e não costuma comprometer os resultados definitivamente.

 

Nos últimos 20 anos, o número de casos operados na nossa clínica é superior a 8000 lipoesculturas.

 

PERGUNTAS FREQUENTES

A pele “vai ao sítio”?

 

Em pacientes novos, a pele retrai em quase todos os casos. Em doentes idosos ou com tendência para as estrias, a pele mais fina da barriga, parte interna das coxas ou dos braços pode não retrair. Nestes casos deve ser retirado o excesso de pele com uma Plástica.

 

Quanto tempo tem de usar a cinta?

Recomendamos um mínimo de 1 a 3 semanas. A própria paciente sente-se melhor com ela nos primeiros dias. Normalmente deve ser usada 1 mês. Em alguns casos, também pode colocar-se umas mini almofadas por baixo da cinta para melhorar a retração da pele.

 

Posso ser operada no Verão?

O Verão não deve ser um obstáculo para ser operada. Depois da pele estar limpa de hematomas (“negras”), podemos tomar um pouco de sol, mas com moderação. “Se o verão fosse um obstáculo, então no Brasil nunca se poderia operar ninguém, lá é quase sempre quente”.

 

Por que razão se recomendam drenagens no pós cirúrgico desta cirurgia?

 

Por outro lado, como foi explicado durante todo o processo cirúrgico um líquido será inserido para ajudar a sua saída recomendamos as drenagens manuais pós cirúrgicas. Com este complemento o paciente verá os resultados mais rapidamente.

 

A gordura volta a nascer nos sítios previamente lipoaspirados?

 

Normalmente a zona operada tem mais dificuldade de voltar a ganhar gordura pois os depósitos de gordura foram destruídos durante a cirurgia não querendo dizer que sem uma alimentação equilibrada e uma vida moderadamente ativa isto não possa voltar a acontecer.

 

 

IMAGENS

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar está a consentir que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo