Rinoplastia

Porto • Clínica • Consultas e Cirurgias

MoradaRua da Venezuela, 139
4150-744 Porto, Portugal

GPS41.1571893, -8.6433279

Telefones(+351) 225 432 321
(+351) 226 009 494

Fax(+351) 225 432 371

Emailgeral@clinicalusoespanhola.com

Horário2ª a 6ª Feira, das 09h às 21h

Lisboa • Consultas

MoradaCampo Grande, 220 D 1º C
1700 - 094 Lisboa, Portugal
(Clínica Dr. Tallon)

GPS38.753766, -9.1502962

Telefone(+351) 225 432 321

Emailgeral@clinicalusoespanhola.com

Contacte-nos

RINOPLASTIA

O nariz é uma das partes mais importantes da nossa cara. As alterações estéticas do nariz são dificilmente dissimuláveis, pelo que é uma cirurgia relativamente frequente na consulta de cirurgia estética.

 

A Rinoplastia é a cirurgia que visa mudar a forma do nariz para melhorar o seu aspecto ou corrigir as alterações congénitas e traumáticas. É sem dúvida uma cirurgia de muita responsabilidade para o Cirurgião. Qualquer erro será sempre muito evidente pelo que deve ser feita uma boa planificação da cirurgia.

 

O paciente deve estar consciente de que não existe a perfeição absoluta e antes da cirurgia deve tirar todas as suas dúvidas com o Cirurgião.

PROCEDIMENTO CIRÚRGICO

Existem dois tipos básicos de cirurgia:

 

1. Rinoplastia aberta: é feita uma incisão na columela nasal para reverter a ponta e ter assim uma boa exposição do tabique e ponta nasais.

 

2. Rinoplastia fechada: umas pequenas incisões são feitas no interior dos orifícios nasais. Habitualmente usa-se esta abordagem nas rinoplastias primárias simples. Os pontos principais a tratar são: dorso nasal, ponta e asas nasais. Todos os aspectos devem ser considerados: ossos, cartilagem e pele. O Cirurgião deve ser conservador e ir retirando o material pouco a pouco até atingir a forma desejada. No fim coloca-se um penso de gesso ou material plástico e um tamponamento no interior dos orifícios.

 

 

ANESTESIA E DURAÇÃO DA CIRURGIA

A cirurgia pode ser feita sob anestesia local, anestesia local com sedação ou anestesia geral. A eleição de uma ou outra técnica depende da experiência da equipa médica e da complexidade da operação. Na nossa experiência a intervenção dura entre 90 a 120 minutos. Existem dois tipos básicos de cirurgia.

 

 

RESULTADO

Para atingir um bom resultado deve seguir correctamente todas as indicações do seu Médico. Nas intervenções cirúrgicas faciais, é normal existir uma ligeira depressão nos dias seguintes à cirurgia devido ao mau aspecto com que se fica nos primeiros dias. O resultado final pode demorar vários meses.

 

Para obter o resultado apetecido ou para corrigir alguma pequena imperfeição, pode ser necessária uma segunda intervenção. Esta pode ser feita ao fim de 5-6 meses.

 

 

CUIDADOS NO PERÍODO PÓS-OPERATÓRIO

Durante os primeiros dias existe um ligeiro inchaço. O hematoma pode ser reduzido se se infiltrar antes da cirurgia. Geralmente, o nariz vai ao normal ao fim de 2 semanas. Nas primeiras horas também pode acontecer uma pequena drenagem serosanguinolenta. Na nossa Clínica colocamos um tamponamento que retiramos em 24 horas. Ao fim de 7-10 dias são retirados os pontos de sutura e o penso com gesso ou plástico. Em poucos dias pode-se recuperar a maior parte das actividades.

 

 

QUAIS OS PROBLEMAS MAIS FREQUENTES QUE PODEM APARECER NUMA RINOPLASTIA?

As complicações são infrequentes mas podem acontecer e é obrigação do Médico informar sobre elas: infecção, sangramento nasal, reacções à anestesia. Com o tempo podem aparecer telangiectasias (pequenos vasos vermelhos) nas asas nasais. A correcção com laser costuma ser fácil. Em casos graves podem aparecer dismorfias graves tais como perdas do tabique ou narizes muito pequenos ou pouco proporcionados. Estes casos geralmente têm a ver com inexperiência do Cirurgião.

 

Qualquer que seja o tipo da complicação, é importante ter calma e compreensão, confiando ao Médico a responsabilidade da solução do problema. Comentários com amigos ou pessoas da família, alem de não ajudar, podem criar uma situação de intranquilidade e de descrédito. O surgimento de algum dos problemas acima mencionados faz parte do chamado “risco calculado”, que se aplica a todo tipo de cirurgia. A sua ocorrência, felizmente, não é frequente e não costuma comprometer os resultados definitivamente.

 

 

O QUE É QUE DEVE PERGUNTAR AO MÉDICO?

É muito importante saber a experiência do Cirurgião, tentar saber se usa a técnica aberta ou fechada, quais as complicações que tem tido (não acredite em quem lhe diga que não tem complicações) e como ficaram solucionadas. Peça para ver fotos de narizes parecidas com o seu. E tente ter uma ideia mesmo que aproximada de como irá ficar.

 

 

1. Quais as vantagens da técnica aberta?

Permite uma melhor visão do campo operatório e tendo por isso resultados mais seguros. Deve ser usada em narizes mais complicados e em reintervenções.

 

2. Quais as desvantagens da técnica aberta?

Deixa uma pequena cicatriz na columela embora pouco visível.

 

3. Quais as vantagens da técnica fechada?

Não deixa cicatrizes e deve ficar reservada para intervenções cirurgicas mais simples.

 

4. Quais as desvantagens da técnica fechada?

Dá uma visão mais distorcida do campo operatório.

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar está a consentir que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo