Laser de Remoção de Tatuagens

Porto • Clínica • Consultas e Cirurgias

MoradaRua da Venezuela, 139
4150-744 Porto, Portugal

GPS41.1571893, -8.6433279

Telefones(+351) 225 432 321
(+351) 226 009 494

Fax(+351) 225 432 371

Emailgeral@clinicalusoespanhola.com

Horário2ª a 6ª Feira, das 09h às 21h

Lisboa • Consultas

MoradaCampo Grande, 220 D 1º C
1700 - 094 Lisboa, Portugal
(Clínica Dr. Tallon)

GPS38.753766, -9.1502962

Telefone(+351) 225 432 321

Emailgeral@clinicalusoespanhola.com

Contacte-nos

LASER DE REMOÇÃO DE TATUAGENS

A Tecnologia actual de Laser de Remoção de Tatuagens permite uma cirurgia sem cicatriz e ainda é recomendada para remover pigmentos responsáveis por desencadear alergias.

 

Remover tatuagens há seis anos era um procedimento extremamente difícil. As técnicas existentes raramente conseguiam eliminar completamente os desenhos e com frequência deixavam cicatrizes e até quelóides. Com o avanço da tecnologia em diferentes áreas da medicina, especialmente nos aparelhos de laser utilizados por dermatologistas, é possível a remoção dessas imagens de forma mais precisa e com muito menor risco de sequelas.

 

Atualmente, os equipamentos de laser emitem pulsos de luz – conhecidos como disparos – de forma tão rápida que o calor gerado pela absorção selectiva da luz pelo pigmento (tatuagens e manchas) é dissipado antes que ocorra lesão da pele.

 

A remoção ainda é um processo doloroso e que custa em média quatro vezes mais do que fazer a tatuagem.

 

 

Para aumentar a tolerância do paciente, aplica-se anestesia em creme ou injecção, chamada de infiltração. Quanto melhor a tatuagem, pior é o resultado da remoção, pois essas tatuagens são carregadas de pigmentos organometálicos, mais resistentes ao laser.

 

As tatuagens pretas, homogéneas, foscas e com traços finos, são as mais fáceis de serem removidas. Já as amarelas, verdes, vermelhas ou com tons de pele são mais difíceis e ainda podem mudar de cor durante o processo. Há uma variabilidade muito grande de tons e misturas, por isso, para responder à expectativa do paciente de maneira mais criteriosa, é necessária uma avaliação prévia, que pode ainda indicar e fazer testes em pequenas áreas da tatuagem. O profissional informa ainda que, em alguns casos, só é possível remover a tatuagem em aproximadamente 85%.

 

De maneira geral, a indicação mínima para a remoção é de cinco sessões, uma a cada seis semanas. O laser fragmenta os pigmentos em partículas menores que serão eliminadas pelo próprio organismo. Como a resposta é individual e variável, é necessário esse intervalo entre as sessões.

 

Para a realização do procedimento a pele não pode estar bronzeada e os homens devem depilar as áreas com pêlos para evitar que eles também absorvam a luz do laser e sejam eliminados permanentemente provocando falhas.

 

Uma nova tecnologia pode facilitar a vida de futuros arrependidos. Uma tinta especial para tatuagem que pode ser removida com apenas três aplicações de laser está em fase de testes nos Estados Unidos.

 

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar está a consentir que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo